24.02.2016

Tony Ventura, novas tecnologias e modelo de negócio

Tony Ventura fala sobre novas tecnologias no segundo dia de aceleração

Se você está no Brasil e buscar pelo termo startup no Google, filtrando para que apenas vídeos apareçam como resultado de sua busca, certamente o vídeo “O que é uma startup?” do Tony Ventura aparecerá como o primeiro colocado, pois já foi visto por quase 17 milhões de vezes no YouTube. Este é um dado que exemplifica o porquê atualmente Tony é uma das autoridades no assunto aqui no Brasil.

FOTO TONY VENTURA

Mas, Tony não é só o dono de um vídeo muito bem posicionado em buscas da web. Não mesmo. Tony tem muito conteúdo e veio de Brasília para bater um papo com os empreendedores das startups participantes do BioStartup Lab no segundo dia de aceleração.

Tony tem 32 anos e deixou todos boquiabertos com a quantidade de projetos que já iniciou ou participou, com a quantidade de viagens que já fez e com o número de novas tecnologias e ferramentas que conhece e que, de fato, podem alavancar a construção de uma startup. São ferramentas que ajudam desde a modelagem de negócios até o monitoramento de clientes.

Tony se dedica intensamente a colaborar com o ecossistema de startups no Brasil, adaptando os conceitos e dando dicas e orientações sobre como aplicar novas tecnologias. Sua formação como publicitário, seu mestrado em Administração e sua experiência como criador de diversas startups o ajuda a embasar todo seu trabalho e o tem levado a conhecer os desafios do dia-a-dia dos empreendedores.

Modelagem de negócio

Se perguntar para o Wilson Caldeira sobre como ele pode te ajudar a estruturar um negócio, ele sempre gosta de dizer que não tem como ajudar muito, pois a única coisa sobre o que ele consegue falar é sobre cliente. Modéstia do Wilson porque, na verdade, “segmentos de clientes” é um dos blocos mais críticos do modelo de negócio.

WILSON CALDEIRA PALESTRA

Na primeira semana de programa, Wilson e boa parte do time do BioStartup Lab se mobilizou para ajudar os empreendedores a conhecer mais sobre modelagem de negócio. Independente da ferramenta utilizada, todos perceberam que a segmentação de cliente é um ponto crucial do modelo e que conhecer o público-alvo não é algo trivial, pois envolve até mesmo o entendimento do comportamento e do modelo mental daquele para quem queremos vender a nossa solução.

Os exemplos e as dinâmicas propostas no terceiro dia da aceleração permitiram que os empreendedores explorassem suas habilidades, cometessem erros e também aprendessem com eles. A participação do Wilson Caldeira fez toda diferença, gerou desafios e trouxe respostas para muitas questões dos empreendedores. Wilson possui certificação em Inovação e Empreendedorismo pela Universidade de Stanford, é amigo de longa data do BioStartup Lab e tem feito um belo trabalho apoiando empreendedores a identificar e se relacionar melhor com seus clientes.